Mensagens Selecionadas Autor
Solução de Problemas Comuns Mr. Walker
Captura: uma receita testada Mr. Walker
Play Tv HD - Problemas/Soluções Aldo Levi
Usando o hardware certo para uma experiência satisfatória em edição de vídeo. Mr. Walker
Destravando DVD Players Chutágoras
Drivers p/ Placas de Captura Fantasma que Anda
   
   
   
   
 

VÍDEO DIGITAL

Edição, codecs, conversão, placas de captura, autoração, gravação de CD e DVD.

var site="s16rouxinol"         

Forum search Web search            

Busca neste Forum e no 1974
-            


 

Tags: de video dvd digital gravacao edicao nao linear autoracao
25/01/2006 00:18
De: Helio
IP: 201.23.194.5-

Re: Re: Re: Gravador LG DR7621B - Vida útil?

É isso, amigo, gravação domestica de DVD ainda não supérou o VHS em qualidade geral e praticidade. Daí a Panasonic hoje, digo Panasonic Mundial, começar até a fabricar gravadores de DVD de mesa equipados com videocassete - não só reprodutores de DVD, como vinham fazendo. Do ponto de vista "fisico", de fato o " disquinho" DVD é melhor. Vamos ver quando o novo formato DVD, o "Blu Ray", estiver no mercado  de fato, se a coisa melhora. Vide www.bluraydisc.com . Todavia, em materia de preço, vai levar uns 7 a 10 anos, para nos ser acessível.
31/08/2005 15:52
De: Jadir
IP: 200.152.192.162-

DVD Player - Sonaki EV-9946

  Alguem pode me ajudar, quanto ao desbloqueio deste DVD Player Sonaki EV-9946 com o codigo, pessoa, instituição, etc. O mais interessante é que a pagina de apresentação do aparelho tem a tela da Sony, pessoal por favor HELP!!!!!!!
04/09/2003 12:26
De: Raul Coelho (raulcoelho_vinhais@msn.com)
IP: 194.65.100.8

DVD PLEXTOR +- R/RW a 8 velocidades

Plextor DVD±R/RW 708A (PX-708A/T3) 307.25EUR
Writing DVD+R: 8x
DVD-R: 4x
CD-R: 40x
Rewriting DVD+RW: 4x
DVD-RW: 2x
CD-RW: 24x
Reading DVD-ROM: 12x
CD-ROM: 40x
Buffer Underrun Proof Technology: Stops buffer underrun errors VariRec Technology
PoweRec Technology (Plextor Optimised Writing Error Reduction Control)
Supports Lossless Linking (DVD+R/RW)
Zero Link (DVD-R/RW)
Supports Background Formatting
Access Time <100 ms for CD; 150 ms for DVD
2MB Buffer
E-IDE (ATAPI) interface
PC Compatibility:
Pentium III 700Mhz or higher
128MB Memory
800MB-1GB of free disk space
Compatible with:
Windows 98 SE, Windows Me, Windows 2000, Windows XP
MultiRead Compatible
Supports SPDIF (Digital Audio Output)
High Quality Digital Audio Extraction
A black tray, to reduce the jitter and to increase the quality of the burned CD
Two year* full-warranty (parts, labor and replacement) with On-Site Collect & Return** service Writes CD-ROM Modes 1 and 2, CD-XA Form 1 and 2, CD-DA, CD-I, Video CD & Photo CD.
Reads/Writes DVD-ROM, DVD-video, Multi-Border, Multisession
Write methods (DVD+R/RW) Sequential Write, Multisession, Random Access Write DVD + MRW (Mt. Rainier)
Write methods (DVD-R/RW): Track-At-Once, Disk-At-Once, Packet Write (variable and fixed) Multisession, Session-At-Once, CD-MRW (Mt. Rainier)
Supports DVD+VR format (Read/Write) and DVD-VR(Read)
Creates Audio CD, CD Extra, Enhanced CD, Photo CD, CD-I & Video CD Titles.
Supports Disk-At-Once, Track-At-Once, Multisession, Packet Writing modes.
Wide CD-R and CD-RW media compatibility
Wide range DVD+R/RW media compatibility
Includes PlexTools Professional
20/04/2004 14:02
De: edmmed (edmmed@uol.com.br)
IP: 200.221.156.161-

Re: PIXELVIEW HD ou MPG2

olá pessoal, tenho a mesma duvida do colega, quero comprar uma placa de captura, para capturar e editar algunsvideos caseiros e transformá-los em divx ou vcd/svcd, e usá-la com TV. Fiz uma pesquisa no google, para descobrir a diferença da captura em 8 para a de 10 bits, e encontrei este forum que parece ser o melhor existente sobre esse assunto. li vários posts, sobre os defeitos da playtv mpeg2, o artigo do aldo sobre a playtv hd, etc.. mas continuo na duvida sobre qual a melhor no meu caso.
Se alguém puder ajudar, Obrigado !!!
11/12/2007 17:57
De: Phantom
IP: 189.25.130.165

Re: TV Digital em Alta Definição (HDTV)

O “editorial” lá embaixo foi a mensagem do Fantasma no Natal de 2005 no inforum.insite/8413/.
Incrível como tudo parece tão atual... Tão repetitivo! É como se fosse um novo ciclo evolutivo no espiral do desenvolvimento tecnológico. Os ciclos evolutivos cósmicos, inclusive, simbolizados pelo arcano da carta 13 do Tarô Mitológico - A Roda da Fortuna - eram medidos de 12 em 12 anos. A evolução tecnológica atual é bem mais célere e a despeito de conservadores como também de retrógrados, segue seu caminho inexoravelmente. Ontem (2005), levávamos à fogueira a heresia representada pela placa de captura, que teimosamente fincava lanças e cavava trincheiras tentando impedir a implantação de uma nova ordem - a dos gravadores de DVD de mesa. Estes assumiram os seus devidos lugares e deixarão juntamente com o disco DVD, seus legados ao formato Blu-ray e seus gravadores que já são disponibilizados em escala quase popular nos softwares e nos Drives para PC. O disco Blu-ray lançado pelas produtoras já custam o mesmo valor dos discos DVD quando foram lançados - R$69,00 a R$99,00. Com a implantação da TV Digital em Alta definição (1920 x 1080p), a mesma do Blu-ray, popularizar-se-á este formato e aos poucos o DVD ficará no ostracismo. Em verdade, o DVD tem mais propriedade de sobrevida e mais fôlego que seu antecessor, o pobre VHS. Pero, assim como a roda que, ao ser inventada por nossos patrícios era quadrada e foi se burilando com as experiências do homem, o formato Blu-ray ocupará o seu lugar e logo, logo o cederá a um outro formato que já está totalmente desenvolvido há mais de 7 anos, cuja capacidade de armazenamento é 8 / 4 vezes superior aos 25 / 50 Gigas do Blu-ray. Tal formato que tem capacidade de armazenar até mais que 200 Gigas, ainda não foi lançado porque quem investiu em sua pesquisa ainda não recuperou o dinheiro aplicado na pesquisa do Blu-ray. Outro fator que pode explicar o retardamento desta tecnologia é a ainda inexistente tela para reprodução desta Extra-Alta Definição (E-AD ou X-HD, como a queiram chamar), pois, tanto Plasma quanto LCD, apresentam suas limitações referentes a tamanho de tela, alta qualidade de imagem e alta velocidade de resposta de vídeo.
Talvez, a solução seja a tecnologia SED que está sendo desenvolvida pelo Canon Group desde 1986.
Protótipo SED
A TV aberta Digital em AD (Alta Definição) marca o advento da era do conteúdo de alta definição e alta qualidade de imagem, incluindo a introdução da próxima geração de DVDs, camcorders de video doméstico em AD, e de outros produtos nos próximos anos. Para fazer justiça a esse conteúdo os displays devem ter a capacidade de reproduzir e oferecer telas maiores aos expectadores.
Devido a natureza do CRT (cathode ray tube) - tubo de raios catódicos - telas maiores significam aumento de tamanho e de profundidade. SEDs (Surfaceconduction Electron-emitter Displays) representam a solução para este desafio.

Comparação entre o CRT e o SED
SED é a nova geração de tela estreita (flat-screen display).
Oportunamente falaremos mais sobre SED.
Como na "Filosofia Suprema" apresentada no tópico "A Alma do Fantasma" eu vos digo que: - "Um pouco mais e me terás, outro pouco mais e já não me terás. Eu ainda tenho muito para vos dizer, pero, vós não estais preparados"...
Deixemos que a Band e a Rede TV transmitam seus programas em AD através do satélite e que eles tenham sucesso em seus objetivos ao levar tal tecnologia aos rincões mais ermos da nossa grande nação. O preço para a implantação dos componentes eletrônicos nos locais de recepção entre 700 e 1000 merréis não é tão alto assim em comparação com a utilidade que eles terão, inclusive, porque poderão, com uso de boosters / amplificadores de sinal, filtros e casadores de impedância específicos, alimentar a vários aparelhos... Da casa vizinha também. Claro que, se houver apenas um receptor todos os satélites (aparelhos de Tv conectados ao receptor master) terão que assistir ao mesmo canal do dono da traquitana, pero, nestes casos, sempre a boa vontade prevalece e todos saem satisfeitos. Entretanto, com mais um pequeno investimento se poderá adquirir mais um receptor, em tempo oportuno, para diversificar a programação. Este receptor ao qual eu me refiro é o que fica dentro de casa. O que fica acoplado a antena é um só e recebe e distribui sinal de todos os canais, para quantos receptores estiverem amarrados ao sistema de antena, estes últimos sim, farão a seleção do canal desejado individualmente. Neste tipo de instalação de recepção de sinal satélite tu podes também acoplar uma caixa-preta amplificadora / transmissora e uma Antena Transmissora para propagar este sinal no ar que poderá ser captado dentro de uma determinada distancia, que, no momento não lembro qual seja, pero, que, deve ser proporcional a potência de transmissão da caixa-preta. Lembro de um sistema destes em que se usava um antena unidirecional - não posso afirmar agora, se é possível ou se existe antenas onidirecionais para este tipo de sistema, o que seria uma mão na roda se o sinal pudesse ser propagado e captado em todas as direções.
Não faço coro à Rede Globo e a TV da Pomba - as mais endinheiradas - se procurar boicotar tal iniciativa ficando fora do projeto, atendendo quem sabe a que tipo de motivação ou desmotivação.
O autor deste artigo não é nenhum jornalista especializado de nenhum periódico ou revista de São Paulo ou do Rio de Janeiro, pero, o que eu falo eu assino embaixo, por ser fruto de experiências pessoais!
Data: 22/12/2005 11:11:26
De: Phantom who walks
IP: 201.8.74.180-
Assunto: ângulo Fantasmagórico
Primeiro ia-se aos auditórios das rádios nas vesperais ouvir e ver nossos cantores preferidos, ou íamos ao cinema (de preferência de graça ao ar livre) para assistir nossos filmes, por muito tempo mudos. Então inventaram o bolachão preto e passamos a ouvir nossas músicas em casa na base da manivela. Veio a TV e tivemos voz e imagem na nossa sala de estar. Com o advento do VCR de duas e posteriormente três / quatro / seis / sete cabeças pudemos gravar nossos filmes e sucessos de nossos cantores e bandas com imagem aceitável e som estéreo ou mono muito bons.
Enquanto usufruíamos destes recursos do progresso, cientistas e pesquisadores, cuja única diversão é inventar novas tecnologias para que usufruamos delas continuavam trancados em seus laboratórios e / ou estúdios fazendo novas pesquisas e elaborando novos projetos. Assim, vieram o Compact Disc (CD), VCR S-VHS... Chegaram até a esnobar o Betamax da Sony, sistema de gravação de vídeo de altíssima qualidade, muito superior ao VHS. Tivemos também o Laser Disc, o qual, não teve um único player brasileiro - tenho ainda um Pioneer, no qual foi adaptado um Game Mega Drive... Pode???!!! Estamos em plena era DVD! De uma face, de duas faces, de uma camada, de camada dupla e uma face e várias outras capacidades que não chegaram a ser consumidas pelo grande público. Estamos no limiar do Blue Ray... No limiar uma joça! Isto já existe há três / quatro anos, só não havia o momento comercial para ser lançado. Por sinal, isto nem mais novidade ou pico de onda é - cientistas germânicos, como também do Reino Unido, já desenvolveram outro processo e outra mídia que comporta de 200 a mais Gigabytes de dados armazenados! Hoje, para os menos informados, e, eu me incluo entre eles, está difícil se descobrir a Penicilina. E, pensar que, quando nossos patrícios descobriram a roda, ela era quadrada.
Quem puder compre sim seus devices nos States, pois, quando uma Goiaba tipo Cyber Home e outras marcas alienígenas custam 30epoucos dolores lá, aqui são vendidos por 190 a 250 merréis. Que diremos de um Sony, de um Matsushita, de um Pioneer, de um Yamaha, de um Denom, etc. Só tenham o cuidado de procurar saber antes se o aparelho que tencionam comprar no exterior já possue código para destravamento conhecido, se o padrão de cor é NTSC, principalmente, ou PAL-M usados no Brasil, se a freqüência de alimentação é 60 Hertz, ou se o padrão é o PAL Europeu de 50 Hz.
Claro que, seria interessante poder fazer uma cópia de segurança dos nossos DVDs a partir de um player em um gravador de mesa, pero, como existe a proteção Macrovision, isto, no momento, se torna inviável a não ser que se compre um Macro Cleaner ou dispositivo similar. Entretanto, isto pode ser feito no PC sem perda de qualidade, sem a compressão dos shrinkeadores, com o advento da tecnologia Double Layer em mídias + / -R.
Que bom que a roda não é mais quadrada e que o toca discos não seja mais propulsionado à manivela. Bem, existem os puristas! E, para estes, toda honra e toda glória! Alguns acham que o gramofone ainda tem lugar em nossos saraus. Eu, particularmente (possuo mais de 800 discos LPs - bolachas pretas), afirmo que, o som destes vinis são mais agradáveis ao ouvido que o som dos compacts discs (CDs). Seria capaz de me submeter a uma audição de 12 horas de long playings sem saturar, ao passo que, com uma ou duas horas de audição do som de CDs sinto um incômodo mental inexplicável - também, nunca tive a curiosidade de consultar um Otorrinolaringolologista, pós graduado em Engenharia Acústica.
Merry Christmas!
Mr. Walker
Seu IP: 34.239.151.158 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)