Mensagens Selecionadas Autor
Solução de Problemas Comuns Mr. Walker
Captura: uma receita testada Mr. Walker
Play Tv HD - Problemas/Soluções Aldo Levi
Usando o hardware certo para uma experiência satisfatória em edição de vídeo. Mr. Walker
Destravando DVD Players Chutágoras
Drivers p/ Placas de Captura Fantasma que Anda
   
   
   
   
 

VÍDEO DIGITAL

Edição, codecs, conversão, placas de captura, autoração, gravação de CD e DVD.

var site="s16rouxinol"         

Forum search Web search            

Busca neste Forum e no 1974
-            


 

Tags: de video dvd digital gravacao edicao nao linear autoracao
23/02/2004 01:36
De: Fantasma que Anda
IP: 200.217.106.246-

Re: Re: Re: Re: Ao Mr Walker (que não é o johnnie)

My bro Edvaldo
O carnaval está ficando interessante...
Se tirarmos o motor do carro, e chamarmos um ou dois amigos e pedirmos para empurrar, com certeza, o carro vai andar, as rodas irão girar, as portas abrir-se-ao, as luminárias e faróis acender-se-ão. Se usar a embreagem, e, engatar uma ré, ele andará para trás. E, dependendo dos bíceps dos elementos propulsores, talvez até, seja capaz de subir ladeiras.
Juro que não vou perder meu tempo desinstalando meu Pentium para instalar uma "scâzzi", e, ver que bicho vai dar.
Os sistemas gráficos sem memória, e, sem um processador de vídeo porreta, usam a memória/processador do sistema, prejudicando as demais funções que estejam sendo executadas em paralelo por este - não só as comandadas pelo operador. Pois, um de seus pontos negativos é que ela pode roubar megabytes de memória RAM e carga do chip de seu PC para processar imagens. E, o que não falta ao se rodar um SO + qq soft, são imagens. Não só as da Gisele Bunchen com fantasia de banana descascada. O conceito de imagem (gráficos) vai muito além de de fotos e ícones.
O fato de renderizares no mesmo tempo com o vídeo onboard (4 MB), e, com a aceleradora de 128 MB, aponta para o que eu já falei: - não adianta nada colocares uma carcaça  de Ferrari num motor  de Fiat 147. Só um processador (CPU do PC) à altura vai conseguir extrair o máximo dos recursos de uma aceleradora de 128/256 MB. A aceleração a que se refere a denominação ACELERADORA DE VÍDEO é refletida, entre outras, na sua função 3D, que, através de um chip exclusivo, imprime um enorme ganho na criação de polígonos que compôem imagens tridimensionais. Este recurso, mais sua memória própria, proporcionam imagens de primeira, em resoluções mais altas e sem engasgos. Uma ATI topo de linha (Catalyst), como qualquer outra que use os Detonators da nVidia, são hardwares de imensa sofisticação, ganham status de item de luxo e fazem juz aos seus preços. Não quero aqui tecer comentários a respeito do que estas superplacas são capazes de imprimir aos mais modernos e exigentes games, pois, não é o escopo do texto, bem como, já superei esta interessante fase. Meus jogos agora são lights, ficando restrito à alcova.
Se renderizas um projeto de DVD em 7/8 horas, tens no máximo uma CPU equivalente a um P-III 600/800 Megas. . Se dizes que usas apenas 4 MB da memória do sistema para teu vídeo onboard sou obrigado a supor que possuis apenas 32 ou no máximo 64 MB total de memória na tua máquina, e, assim, não configuras tua BIOS para compartilhar mais memória para processamento de vídeo. Se tens muito mais memória do que eu supus e não alocas maior quantidade para o processamento de vídeo, pouco estás te lixando para a qualidade dos teus gráficos Quando eu usava meu Pentium III 600 MHz 96 MB DRAM, com aceleradora Diamond Viper de 32 MB (off board), colocava meu projeto para renderizar e ia dormir. Muitas vezes acordei e o PC ainda estava trabalhando ou tinha travado talvez por falta de espaço e/ou memória.
Se pretendes trafegar pelas ruas esburacadas de São Gonçalo, faça-o pilotando um gol e não a Ferrari do Rubinho. Quem acha que pode atingir o orgasmo, enchufando uma GEForce4 ou uma ATI 7.500 to up, em um micro meia-boca, por favor não jogue fora o seu dinheiro; a não ser que pretenda depois fazer um upgrade radical. As placas top of class, são elitistas e só abrem as pernas para proporcionar prazer infinito se forem excitadas com P-4 e Windows XP. Já falei: - o melhor para o melhor!
Como todo iniciante, sempre ouvia dizer que quanto mais memória melhor o desempenho. Então, elevei a memória para 288MB, e,  aparentemente, nada...
Disseram-me também que, se eu usasse um HD de 7.200 rpm as coisas mudariam da água para o Vinho.... E, toma-lhe Barracuda Seagate de 80 GB - lhufas...!
O grande barato da situação é que, quando ouvimos falar em melhora de desempenho queremos obrigatoriamente, que isto se traduza em veloc. E, QUALIDADE de renderização não quer dizer velocidade  de execução de tarefas.
Um dos conceitos de renderização, é que ela é o processo no qual o software de edição de vídeo, e, eventuais placas associadas, convertem o vídeo bruto ( sem edição ainda), os efeitos, transições , filtros, etc, etc em um novo arquivo de vídeo - contínuo - já acabado, envolvendo aí a adição de atributos tais como, luzes, cores, texturas...
Só o P-4 e o XP conseguem extrair o máximo das aceleradoras topo de linha, coadjuvados por bastante memória de preferência 256 to up. Juro para vocês que não é bastante ter um HD de alta veloc e uma ATI ou uma GeForce FX.
Minhas renderizações levavam uma eternidade e meus projetos de vídeo engasgavam. Radicalizei!!!
Saí de um P-III 600 MHZ 288 DRAM - Motherboard Asus P3V4X - Gráfico Viper Z200 32 MB - VoodooTv 200 PCI Capture Card - HDs Maxtor de 8 GB e Seagate de 30 GB ambos 5.400 rpm, para um...
P-IV 2.53 GHz - 512 DDR - Motherboard Intel D845GBVL (top na época) - Gráfico onboard (muito bom) com memória compartilhada de 128 MB setados na BIOS por mim (sobravam ainda 384 MB para processamento das demais tarefas) - HD Seagate Barracuda 7.200 rpm, e, placa de captura AVerMedia TV Desktop PVR (o elemento mais fraco do conjunto).
As edições passaram a ser extremamente velozes. Comentei aqui na oportunidade que, tive de amarrar meu gabinete em uma cômoda pesada para que ele não saisse voando pela janela do sétimo andar. No início cronometrei. Agora, não tenho me ligado muito, porque montei novamente o P-III, e, enquanto o P-IV renderiza entro na net, geralmente no Inforum ou no INFO Forum. Enquanto digito em um, o arquivo de vídeo é renderizado ou queimado no outro. Vez em quando, terminada a tarefa no P-IV, determino outra e volto para os fóruns, para compras ou pesquisas on-line, para o Paparazzo, Morango, etc... Oportunamente direi em quanto tempo está sendo processada a renderização no P-IV, de um filme de cerca de 2 horas. Uma coisa é certa, nem se compara com a do P-III 600.
Retomando o fio da meada...
Com o upgrade, mesmo com a execução das tarefas aceleradíssima, muito boa resolução dos arquivos capturados, vez por outra (aleatoriamente), voltavam os engasgos, falhas na resolução, e assincronia áudio/vídeo, mesmo usando os melhores sofwares lançados como o MF2, InterVideo DVD Creator2, Win Producer3, Power Director2.5, Vegas4, Ulead Media Studio 6.5, etc. Notem que não citei VirtualDub, TMPGEnc, Nero... Com eles dificilmente consegui uma edição (não falei captura em AVI), e, queima de um projeto, com o qual ficasse satisfeito totalmente.
Então, com as experiências dos colegas do fórum fiquei pendendo entre a ATI 7.500 do Toín e a MSI GeForce MX 4200 do Mestre Lulu. Me decidí naquela oportunidade pela ATI, pelo detalhe - já explicado - dos  drivers para captura do padrão PAL-M.
Ao instalar a ATI tive uma série de problemas, que já experimentara com a placa de captura anterior, como: listras verdes na base; imagem dividida com a parte superior sendo encaixada na parte inferior separadas as duas partes por uma faixa preta ou verde escuro; listras brilhantes em cima ou embaixo, e quase toda sorte de fenômenos Psi-Kappa e Poltergeists relatados por inúmeros participantes dos fóruns.
Acho que já tive a oportunidade de dizer aos senhores que sou formado à nível técnico-profisionalizante, em Parapsicologia, Psicobiofísica, Hipnose Ericksoniana, e, Tarot Cigano. Foi só fazer uma reconfiguração na programação mental, digo, nos softwares. Ou seja, nada que uma boa Lavagem Cerebral, digo, desinstalação e reinstalação de programas, nas configurações corretas, não resolvesse.
Isto, até o bispo Macedo sabe fazer? Ele pega os cabras cheios de ziquiziras, exus, eguns, e, os diabos que os carreguem e os reprograma os deixando "pianinho" renderizando suas texturas, cores e luzes espirituais com o soft do "Espírito Santo".
Continua depois do Carnaval, de preferência após colocares aí a tua configuração de máquina, para que eu possa ter um entendimento melhor quando dizes que só alcanças determinados resultados quando testas este ou aquele soft/hard.
Repito para quem tem um micro meia-boca, Play Tv e AIW 9600 é tudo índio... Claro! Há um nivelamento por baixo.
Bom carnaval para ti! Pega leve nos cocktails...
Walker
15/09/2005 12:25
De: HENRIQUE (chcantunes@oi.com.br)
IP: 200.199.122.235-10.1.101.16

Copiar dvd de 7 ou mais gb para 4.7gb

Solicito informar qual melhor programa para copiar dvd de mais de 4.7 gb para 4.7gb, atualment uso o CLONE DVD mais é muito lento, passa cerca de 3 horas para cipiar, solicito saber se existe um melhor e mais rápido.
01/10/2003 23:03
De: Fantasma que Anda
IP: 200.162.73.4-

Re: Captura/Edição/Autoração

Rodrigo,
O grande barato do MF2, é que, além de excelente, ele te exime de usar aquele balaio de gatos de programas das mais variadas procedências, para capturar editar/inserir efeitos, autorar/renderizar e queimar, o que, no final, no mínimo te deixava uma puta assincronia de fluxos áudio/vídeo, difícil de determinar a procedência, pois, a diferença de parâmetros empregados por cada desenvolvedor, seria realmente a grande vilã da estória.  
O Alex-BA, enviou-me um CD com o Workshop, e, eu, por absoluta falta de tempo ainda não o instalei. Sem saber que ele possuia tal recurso, ficava também, a lamentar o fato do MF2, não permitir a criação de menus com fundo animado (clips), como o DVD Creator 2 da Intervideo o faz. Partamos então, sem demora, para testar o Workshop da Ulead que, acaba de lançar um Quartet envolvendo o Studio 7.0, DVD WorkShop AC-3, Photo Impact 8 e Cool 3D Production Studio.
Tive referências sobre o Scenarist, e, sobre o Minerva Impression durante um curso básico de autoração de DVD da Pioneer - procurei-os infrutiferamente.
Com o material que temos em mãos, e, que, já dá para o gasto (MF2, WorkShop AC-3, DVD Shrink, TMPGEnc Author, Nero Express/Nero 6.0, e, Intervídeo DVD Copy 2), podemos dar um bico em toda a catrevagem que usávamos antes, e, nos dedicar em conjunto a esmiuçar o Scenarist. Acredito que, não precisaremos usar nem a décima parte do que ele é capaz de fazer. Se conseguirmos transcrever só aquilo que realmente nos interessa, terá valido o tempo empregado. Afinal, por enquanto, ainda não iremos produzir o episódio 4, do Senhor dos Anéis. Poderemos fazer uma análise geral do software, compor um grupo tarefa, destribuir pacotes, e, cada um munido de um tradutor e muita imaginação faria a transliteração de uma determinada função do programa.
Não sei dizer se o Scenarist, ou, o Minerva Imppression (este último empregado no curso avançado sob a supervisão da Pioneer do Brasil), são os melhores. Porém, afirmo categoricamente que, os já citados por nós, se incluindo aí os da Adobe e da Sonic Foundry (hoje pertencente a Sony), são o que de melhor já experimentamos.
O curso avançado da Pioneer será realizado agora, em outubro, em Sampa, e, no Rio. Acho que não participarei, pois, requer um certo domínio do Photoshop, coisa que eu não possuo. Apesar dos meus 56 anos, só comecei a brincar legal com o micro a partir de 98, quando comecei a remasterizar meus discos de Vinil. De meados de 2000 para cá, guinei para a edição de vídeo, por possuir uma porrada de de fitas de VHS, ocupando espaço. Como resultado, até agora, nem tranformei meus LPs em CD, nem minhas fitas, em VCD/DVD. Quase que a totalidade do tempo, foi consumida, conhecendo e testando os mais diversos softwares, em busca do ideal. E, posso lhes afirmar que, somente do final do ano passado, com o lançamento do MF2, e, depois já em 2003 com o release da Suite 6.0 da Roxio, foi que comecei a ter contato com sofwares que estão me levando a pensar que um dia encontrarei a excelência que eu tanto busco. Eis porque, quico nas tamancas, quando alguém diz: - "...olha comprei uma plaquinha de captura, e, achei um programinha freeware que me deixaram satisfeito da vida..." Pó de giz...!!!        
Que besteira que nada! Você mostrou mais um caminho válido. Vou mergulhar de cabeça e ver até onde ele nos leva... Então!? Vamos formar o grupo? Quem mais quer participar?
Grato, digo eu a você...
Mr. Walker
30/10/2003 01:09
De: Fantasma que Anda (selva@caveira.af)
IP: 200.195.112.226-

Lampejos(flashs)

Caro Tony. Há algum tempo, parece que reclamaste de lampejos usando a ATI 7.500, e, o Ulead Movie Factory. Penso até, que outras pessoas fizeram coro aos teus reclamos. Na oportunidade fiquei na minha, pois, tal trouble e suas causas fugiam totalmente do meu conhecimento. Hoje, deparei-me com o inusitado, aparentemente, sem explicação, pois, nenhuma mudança houvera feito em minha configuração a não ser a instalação do Virtual Dub, com o único intüito de tirar dúvidas de alguns frequentadores do fórum. Constatado o problema, a primeira providência foi desinstalar o VDub, persistindo os lampejos.
Sintomas:
1. Os lampejos fazem-se presentes quando tento capturar PAL-M, pela entrada Composite, usando qualquer soft, não só o UMF2, inclusive, com o VDub. Experimentei mais de uma fita.
2. Usando a mesma entrada Composite, porém, capturando NTSC, usando a mesma fita de VHS (BloodSport - J.C. Van Damme), nenhuma anomalia se faz presente - se captura sem problemas.
3. Usando as entradas Tuner (TV/PAL-M) e S-Vídeo, nenhum problema ocorre.
Considerações:
Fenômeno aparentemente (disse aparentemente), sem explicação, ou, causa provável. Que, foi constatado quando tentava fazer uma cópia de uma fita (NTSC) sobre bijuterias para um amigo, usando o meu LG, 7 Head, Bi-Norma, e, um Gradiente do dono da fita, monitorando a gravação através do micro. Interessante, é que, fiz uma cópia ontem, usando o "jurássico" Gradiente (só tem saída em PAL-M), como player, e, o meu moderno LG como Recorder. Ao terminar a cópia (ontem), rodei a fita, e, estava tudo dentro dos conformes. Hoje, à noite, ao retomar os trabalhos, foi que notei os flashs (que, com certeza, não se fizeram presentes no dia anterior), tanto na cópia quanto na original.
Depois de vários testes, inclusive, inspeção geral na cabeação, pois, isto aqui, é um verdadeiro balaio de gatos (Amplificadores, Tuners, TapeDecks, Mixadores, TV, DVD Players, Videocassete, Toca-discos analógicos, etc, etc, etc), tudo amarrado no micro - às vezes cabos de alimentação se sobrepôem, aos cabos de sinal, podendo formar algum campo induzido - só me restou uma alternativa: By-passar meu VCR LG-99SB, e, capturar o sinal direto do ontológico Gradiente do meu vizinho e amigo, e, apesar de já esperar, não gostei nada do resultado do teste: a captura se fez perfeita, e, apesar de estar chovendo no Rio de Janeiro, nenhum relampagozinho se fez presente... Não é duca!!!???
Esta novela toda serve para mostrar que nem todas as perguntas/dúvidas podem ser respondidas, pois, trata-se de coisa bem particular dos dispositivos de cada usuário. Gostaria que o amigo, e, os demais nos informassem como resolveram os seus problemas de lampejos, e, se, pelo menos em um, o mordomo era o Videocassete.    
11/07/2007 13:13
De: Davi Reif Michelin
IP: 201.35.217.238

Problemas com d-680

Acabei de compra um DVD d-680 da Gradiente mais esta acontecendo um problema vários filmes originais sem risco sem defeito algum Quando estou assistindo o filme chega à metade do filme e ele trava e não vai nem para frente e nem para trás só tirando o DVD
Mais tem alguns filmes que rodam normalmente mais a maioria trava já desbloqueie a censura mais não adiantou será que alguém poderia me ajudar Obrigado (a),
05/02/2008 09:13
De: victor (victor.johnson@itelefonica.com.br)
IP: 200.161.218.14

DVDR 615 - FINALIZE REGION 1, HOW TO CHANGE TO REGION 4

thanks for all of you, blz, funciona sim, fico grato a todos .
e tenho mais um problema, meu DVDR 615/78 , ao finalizar o disco ele somente fica legivel em DVDS PLAYERS da regiao 01  e  NAO sao  reproduzidos em dvds player brasileiros regiao 04.
tem como mudar isso?????????????
Seu IP: 18.234.255.5 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)